quarta-feira, 12 de março de 2014

Feiticeira














Sou bruxa curandeira dos teus males e alegrias
Posso transpor teus sonhos fantasias e agonias
Carrega-lo ao mar de felicidades e torturas minhas
Conduzir tua vida limpar tua dor curar tuas feridas

Sou a bruxa que tudo sabe nada diz  nada conta
Levo-te ao encontro do mar bramindo do sonho sentido
Chamo-te pelo nome e apelido viras a mim combalido
Ao distante caminho da vida sem dor posso te guiar

Sou bruxa faceira com poder te salvar do pesadelo
Transponho tua alma te revelo desnudo e exponho
Guio-te pela a luz e sombra na dor e na ambição
Busco-te do abismo na escuridão ao despertar

Sou bruxa que seduz e atrai que tortura e trai
Lavo teu sonho e enxugo tuas lagrimas na agonia da dor
Traiçoeira serei ao te deixar penar nos penhascos da vida
Levar-te-ei ao que me impões, pois bruxa na vida sou.
(revisada)


Nenhum comentário:

Postar um comentário